sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Fontes e Fontanários




Ponte de Lima é rica em fontes e chafarizes espalhados pelo território. No entanto sofrem de dois males. Por um lado a qualidade das águas (mais de metades destas fontes de água estão impróprias para consumo) e por outro lado, a quantidade da água que é jorrada pelas bicas. Veja-se o caso do chafariz do Largo de Camões que parece ter perdido o vigor com que se processa o sentido descendente entre os vários patamares (para não falar da falta de limpeza). O outro caso será o da Fonte da Vila; seria interessante colocar as bicas laterais a funcionar. O efeito seria francamente exponenciado. Para um centro histórico que sofre tanto nos meses de Verão com a falta de humidade, estes pontos de água seriam essenciais para introduzir alguma frescura.


Sobre este assunto: Tempo Cativo

9 comentários:

Anónimo disse...

Então Os vasos no Largo de Camões?? A acessibilidade está condicionada.... Percusros acessiveis não são só para pessoas com dificuldade de locomoção pedestre. São também para cegos e amblíopes, parece que isso não esta ser levado em linha de conta. Problema: As crianças distraem-se e não se apercebem da estrada quando fogem do olhar dos pais. Os carros e autocarros estavam a estacionar em cima dos passeios. As rampas do areal tem sido palco de acidentes automoveis. Outra: os carros que embatem na ramificação do descedouro para o Parque de estacionamento do areal.Sugere-se coerencia do espaço público. É um problema sério. O dinheiro das estatuas componha bons problemas da urbe. O novo executivo deve meditar sobre esta situação e não adiar consequentemente uma intervenção cuidada no areal.

LAS disse...

Infelizmente há muitos anos que as fontes foram deixadas ao abandono ,a Fonte da Vila - uma referencia da nossa Vila, é um exemplo.Mas tambémm no parque da Lapa,ao abandono ,e a de São João serve pra lavagens dos comerciantes das redondezas.
LAS

AQ disse...

Nem aquele património construido souberam a proveitar .Pelo contrário -deixaram-no ao abandono .
Por eles sabem que com uma construção sem metodo nem regras
destruiram as nascentes !
AQ

MONALISA disse...

Eu quando era pequenina ia com uma caneca buscar água à fonte da vila para pôr na mesa. Era engraçado.

Pires disse...

e eu sempre que pasava lá juntava as mãos para beber

Luís Amorim disse...

O que nos diz Monalisa é verdade!
Era água pura na mesa de muitos limianos.Lembro-me de ver todas as bicas laterais a funcionar.Vamos perdendo qualidade de vida !

Luís Amorim

Anónimo disse...

A Fonte da Vila faz parte do nosso imaginário. Não houve nenhum cuidado em defender a qualidade da água das nossas fontes.Tudo se deve a uma construção mal planeada,esqueceram a qualidade do solo , muitas nascentes foram aterradas !

Anónimo disse...

Pelos vistos não são os fontanários que foram descurados pelo Município...deram prioridade às estátuas...paciência dão mais votos. No entanto, quero alertar, também, para o abandono de um "ex" ex libris limiano...o Monte da Madalena que também por estar longe, parece não dar os tão preciosos votos.
É urgente (re)pensar prioridades! Noas.

RC disse...

Como o senhor Victor Mendes o convidou para a comissão de honra da sua candidatura. Só espero que,agora aproveite alguma das suas - boas - ideias para melhor a qualidade de vida na nossa terra.
RC